Voltar

Plasac News

Comunicação 01/01/2019

Mito da Pimenta

A pimenta não altera a pressão arterial. O que pode aumentá-la é o sódio adicionado aos molhos e conservas de pimenta. Portanto, pimentas frescas (ou in natura congeladas), secas ou desidratadas são mais que recomendadas.
A capsaicina, que confere o sabor "picante" presente nas pimentas, é um antioxidante favorável à circulação. Por isso podem ser excelentes no controle da hipertensão arterial.
Pra quem não curte o sabor "ardido", as pimentas tipo biquinho, cambuci, páprica doce, pimenta-rosa e síria são ótimas.
Cuidado com as pimentas em pó. São 100% pimenta? Ou são adulteradas com substâncias que podem agredir o estômago? Na dúvida, compre em grãos e triture em casa. Moedores com lâmina de cerâmica são bem eficazes. Ou triture tudo no liquidificador e deixe dentro de um potinho.
Em casos de hemorróidas, gastrite ou outra doença do trato digestivo, exclua somente se houver sintomas. A característica da pimenta é só de ardência e não irritativa. Claro, se tiver alergia, mantenha-se distante.


Nut. Suzana Saori W. Takano, CRN 14.572